( Resenha ) Sempre Haverá Você de Heather Butler @Novo_Conceito

Editora Novo Conceito

Leia a sinopse AQUI.

Resenha




“Para experimentar minha caneta, desenho um alienígena com seis dentes e um ferrão saindo do traseiro. O ferrão era para ser uma cauda, mas saiu meio errado.”



George tem apenas dez anos de idade e costuma destacar as palavras que gosta em negrito, já aquelas que ele não gosta escreve em letras pequenas. George tem um irmãozinho chamado, Theo, que ele ama, porém, às vezes perde a paciência, um cachorro chamado, Goffo, que é muito fedorendo, mas adorado e um melhor amigo chamado, Dermo, com quem divide tudo.


“Ela sorri para mim e eu sorrio para ela.”

George é muito ligado a mãe, ela é a pessoa favorita dele no mundo inteiro, no entanto, uma doença pode mudar tudo. Logo, o menino terá que enfrentar a doença da mãe e aprender a lidar com a perda iminente dela, contando com a presença de Theo, Goffo e Dermo, com quem vive as mais incríveis aventuras. 

“— A mamãe vai morrer? — o Theo sussurra. 
— Não queremos que ela morra — o papai diz.
Eu perdi a fome, mas enfio o garfo em uma batatinha, mergulho-a na poça de ketchup que está no pires à minha frente, meto-a na boca, mordo com força, e a batata quente é esmagada, queimando um lado da minha língua, minha gengiva e a minha boca. 
E eu não me incomodo com a dor.”

Um livro genial, divertido, sensível e emocionante, que me instigou da primeira à última página por ser realmente diferente de tudo o que eu já li. Narrado em primeira pessoa pela perspectiva do protagonista, George, descreve toda a trama de forma inocente e tocante. 

A escrita da autora é cativante e ritmada. Os personagens são maravilhosos. 

A capa é linda, a imagem é muito representativa e as letras do título estão em alto relevo. A diagramação é muito criativa, toda a história é dividida em fatos. A revisão é ótima. 

Dou cinco estrelas e recomendo!!!

4 comentários

  1. Ingrid!
    Triste poder ver através da inocência infantil a perda de alguém que se ama tanto, mesmo que tenha companheiros fiéis e permanentes como o protagonista tem.
    Deve ser uma história dramática e ao mesmo tempo, tenra.
    Desejo uma semana abençoada!
    “A simplicidade é o último degrau da sabedoria.” (Khalil Gibran)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Ai meu deus,assim que vi esse livro na lista de lançamento meus olhos já adorou ele. Estava ansiosa para ler alguma resenha sobre a obra. A sua fez eu adorar ainda mais. George, sem duvidas é uma inspiração, a forma como lidar com morte da mãe. A forma como ele continua em seguindo em frente. Simplesmente inspirador. Não vejo a hora de ler esse livro. Lista de desejos sem duvidas

    ResponderExcluir
  3. Já havia lido outras resenhas sobre esse livro, e as opiniões bateram, da para ver que a história e cativante, e diferente, até porque e um simples garoto que está preste perder a mãe que tanto ama, que vai narrar essa história emocionante, mas ao mesmo tempo divertida, e encantadora. Claro, que estou com interesse enorme de adquirir essa obra.

    ResponderExcluir
  4. Oi Ingrid,
    Por isso é importante ter amigos verdadeiros por perto (neste caso o irmão e o cachorro), pios nunca sabemos quando iremos precisar deste suporto para enfrentar uma triste situação. Adoro livros narrados por crianças, pois não importa a gravidade da situação, seus pensamentos inocentes nos dão uma outra perspectiva de toda a história.

    ResponderExcluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por