( Resenha ) Fração de Segundo - Livro 2 da Série Encruzilhada de Kasie West @editoraseguinte

Editora Seguinte
Clique na capa e compre o livro na Saraiva.

Sinopse

Por causa de sua habilidade paranormal, Addie é capaz de Investigar seu futuro sempre que se depara com uma escolha, mas isso não torna sua realidade mais fácil. Depois de ser usada pelo namorado e traída por Laila, sua melhor amiga, ela não hesita em passar as férias com o pai no mundo Normal. Lá ela conhece Trevor, um garoto incrivelmente familiar. Se até pouco tempo ele era um estranho, por que o coração de Addie acelera toda vez que o vê? Enquanto isso, Laila guarda um grande segredo: ela pode Restaurar as memórias de Addie — só falta aprender como. Muita gente poderosa não quer que isso aconteça, e a única pessoa que pode ajudar Laila é Connor, um bad boy que não parece muito disposto a colaborar. Como ela vai ajudar a amiga a alcançar o futuro feliz que merece.

 Resenha


Esta resenha contém spoilers do livro 1.
"Você me contou que eu podia Restaurar memórias antes de eu Apagar a sua."
Depois de ter escolhido ficar no Complexo e viver com a sua mãe, Addie passa por tudo o que sua investigação mostrou que aconteceria. Laila cumpriu o que ela pediu e apagou todas as lembranças referentes a vida que ela teria caso escolhesse viver com seu pai em Dallas.
A única coisa que não conseguiu cumprir foi entregar o bilhete que Addie escreveu para si no dia em que tomou a decisão de permanecer no complexo.

Conforme já sabíamos que aconteceria, Addie descobre que Duke só queria utilizar os poderes dela e elas acabam se envolvendo na confusão com o vizinho dele, Bobby. No fim, Bobby é descoberto e preso, Addie termina com Duke e Laila dá um murro na cara do garoto.

Neste livro os capítulos alternam a narração entre Addie e Laila, em primeira pessoa.


No começo do livro, Addie quase foi atropelada por Connor e acaba descobrindo que sua habilidade está desenvolvida. Diante do perigo iminente, a jovem conseguiu desacelerar o tempo e desviar da moto do rapaz no melhor estilo Matrix (rsrsrs).


Conforme combinado com seu pai, foi visitá-lo nas férias, aproveitando para se distanciar do complexo e de Duke.


Laila vendo o estresse de sua amiga com toda a situação que aconteceu nesse último mês, decide que pode esperar e entregar o tal bilhete quando ela voltar para o complexo, depois das férias.

Mas aquilo estava corroendo Laila por dentro, ela precisava saber se o que estava no envelope precisava ser entregue logo e para sua surpresa quando lê o bilhete descobre que este também continha uma declaração sobre ela.

"Prometi a uma pessoa de que gosto muito que não Apagaria esse caminho, mas preciso Apagá-lo. No entanto, na manhã do dia 14 de novembro, uma sexta-feira, depois de certos acontecimentos, converse com Laila sobre controle avançado de habilidades. Diga que ela pode aprender a Restaurar memórias. É a única forma que conheço de manter minha promessa..."

Então durante o livro vamos ver as confusões que Laila passa para conseguir desenvolver sua habilidade. Originalmente a jovem só conseguia Apagar lembranças mas, o bilhete deixava claro que, no outro futuro que Addie viu através da investigação, a sua habilidade desenvolvida lhe daria capacidade de Restaurar memórias que foram Apagadas.

Para isso busca por alguém que possa fornecer algum programa que acelere o processo de desenvolvimento ou alguém que possa lhe ensinar a aprimorar seu aprendizado.

"O modo como meu corpo reagiu àquela única declaração confirmou o motivo pelo qual eu precisava que ele fosse comigo. Ele era o único capaz de despertar em mim todo o poder emocional para que eu Restaurasse a memória de Addie."


Acaba descobrindo que Connor conhece alguém que pode ajudá-la porém, ele não vai facilitar para a jovem que vai passar por um misto de emoções cada vez que o encontra.

Enquanto isso, Addie tenta entender o desenvolvimento da sua habilidade e o porquê de sua mãe e seu pai estarem escondendo alguma coisa que envolve sua família e o programa de Desenvolvimento de Habilidades.


"Não é fácil conviver com essa habilidade. Você vai saber de coisas que outras pessoas possivelmente nunca saberão. Mas você é forte, Addie. Sei que vai conseguir lidar com isso. Eu não podia estar mais feliz por compartilhar minha habilidade com você. "

Além, é claro, de tentar entender porque sente que já conhece Trevor. Esta parte é muito interessante para aqueles que leram o primeiro livro e sabem da história que eles "viveram" quando Addie investigou como seria sua vida se tivesse escolhido viver com o seu pai desde o início do divórcio dos pais.

"Eu não devia ter ficado surpresa. Trevor era ainda mais bonito pessoalmente do que nas fotos de Stephanie, e muito mais bonito do que na lembrança que eu tinha do jogo de futebol. Não era uma beleza óbvia. Na verdade, se analisados separadamente, seus traços eram meio estranhos: cílios longos demais, nariz meio torto, maçãs do rosto muito saltadas.... Mas o conjunto fazia com que ele fosse atraente de uma forma singular."

Quando peguei este livro para ler fiquei me perguntando se a autora ia conseguir prender o leitor da mesma maneira que fez com o primeiro livro. E fico feliz em dizer que esta mulher já é uma das minhas autoras favoritas! Quero ler mais livros dela com toda certeza. Este livro li em 3 noites.

Assim como o primeiro, o livro tem capítulo curtos que não deixam o leitor cansado. A dinâmica de saber a cada capítulo um pouco mais sobre a aventura que cada garota está passando deixa o leitor ansioso para descobrir tudo logo. 

Kasie escreveu um Young Adult (YA) que envolve romance, aventura, mistério e tudo isso com uma dose de humor.

Termino a leitura dessa duologia com aquela sensação confusa de felicidade por saber como termina e tristeza por ter terminado. Se tiver um filme com esta história com certeza será daqueles que assisto várias vezes sem cansar.
"Era incrível como a percepção podia mudar minha opinião a respeito de um fato. Levando em consideração tudo o que acontecera, ele tinha sido muito gentil comigo no meio daquilo. Eu sorri e o abracei de novo."

Confira a resenha do livro 1




Um comentário

  1. Comprei o livro, comecei a ler às 18:00 e fiquei grudada nele até que acabei, às 2:45 da manhã!! Muito bomm!

    ResponderExcluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por