( Resenha ) O Código Perdido - Livro 1 da Trilogia Os Atlantes de Kevin Emerson @EditoraLeya

Editora Leya
Fantasy

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse, AQUI.

Resenha



Os desavisados que ainda não ouviram falar da Trilogia Os Atlantes, poderiam pensar que esta é uma história comum de adolescentes, mas não é.

Owen, protagonista e narrador da história, é um adolescente com uma auto-imagem ruim, magro demais, fechado, excluido em um acampamento de verão com outros adolescentes descolados e sendo alvo dos implicantes. Porém, o pano de fundo da história a torna completamente diferente de uma história típica.

O enredo de O Código Perdido acontece em um futuro com o planeta Terra devastado por intensas mudanças climáticas e com a superfície praticamente inabitável. Debaixo da terra, ou em Domos ( somente para os privilegiados ), vivem os seres humanos que sobreviveram. 

Tinha ouvido falar que, nos Édens e nas Zonas Habitáveis, lá em cima, a expectativa de vida ainda rondava os noventa anos se você tivesse nascido lá. No Centro, tinha caído para cinquenta e cinco, e isso era mais do que a média mundial, que era cerca de quarenta e cinco.

Os domos procuram reproduzir o ambiente e clima do planeta antes das mudanças que o destruíram. Tudo artificial: a comida, alguns animais, a temperatura, nuvens, o sol, etc. 
É em um desses Domo Éden que encontramos Owen, no que parece ser um acampamento de verão. Com equipes e incentivo dos monitores, vemos algumas atividades adolescentes, comuns. Em uma dessas provas, Owen se aventura na água. Ele quer chamar atenção de Lilly, a monitora da prova, mas acaba se afogando. Ao ser depertado, Owen apresenta mudanças surpreendentes.


As preocupações da nossa conversa foram embora. Conforme subíamos, eu parava de pensar se éramos cobaia e se este lugar era mesmo algum tipo de laboratório gigante e mortal. (...) Por hoje, queria apenas ignorá-las e pensar no ar, na altura e em quem estava ao meu lado. 
- Um! - De alguma forma, em duas noites, eu havia me tornado o parceiro de Tandem da Lilly, seu confidente de teorias secretas. 
- Dois! - Não era mais o tartaruga da terra que se incomodava com cãibras.  



Ele e um grupo de jovens que já frequenta o lugar a mais tempo, apresentam características de uma nova espécie e isso pode ser tanto uma dádiva, quanto uma desgraça.

No mundo destruído onde não há espaço habitável e muitos morrem, onde Domos parecem estar com os dias contados, seria possível que um código pudesse salvar a todos?

Em um enredo com mistérios que vão da genética a histórias de ancestrais, vemos Owen aprendendo a lidar com seus sentimentos adolescentes, amor e várias mudanças em seu corpo. Além disso, ele precisa distinguir os amigos, dos inimigos e saber qual o verdadeiro papel da Corporação Éden em toda essa história.


- É, mas será que deveríamos? - questionou Lilly. 
- O que você quer dizer? - perguntou Evan. 
- O que eu quero dizer é: será que deveríamos fazer o que quisermos? Não foi assim que todo o planeta se ferrou? (...) 

O Código Perdido é uma distopia interessante, com um enredo original. A história é um pouco lenta, sem os picos de ação presentes em outras distopias famosas, mas nem por isso deixa de prender a atenção e despertar a curiosidade.

Adorei e recomendo!

3 comentários

  1. Adorei a resenha! Sou apaixonada por distopias e essas coisas estilo mundo apocalíptico. Fiquei bem curiosa pra ler a história, inclusive já marquei como no desejado no skoob, pena que ele é meio carinho :( mas quem sabe eu de sorte e surja alguma promoção ahaha
    Beijos

    armazemideias.com.br

    ResponderExcluir
  2. compar formato kindle na amazon 18,00 R$

    ResponderExcluir
  3. Comprei por 5 reais na detinha perto da minha casa u.u 😂" caquelas que vendem vários livros novos que caíram do caminhão " . e este livro é realmente muito bom .

    ResponderExcluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por