( Resenha ) A Submissão - Livro 1 da Série Amos e Masmorras de Lena Valenti @univdoslivros

Universo dos Livros

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha

Cleo Connely sempre sonhou em ser uma agente do FBI, assim como sua irmã, mas suas tentativas foram frustradas por sua enorme língua. Ela trabalha na polícia de Nova Orleans, mas não é isso que almeja. Cleo se dedicou e é uma candidata capacitada, mas sua enorme sinceridade a fez ser desclassificada no teste da agência.

Um tempo depois daquele dia frustrante, ela recebe uma notícia bombástica. Sua irmã Leslie está desaparecida e o FBI precisa de alguém com o mesmo perfil dela para se infiltrar no caso e tentar resgatá-la. A notícia poderia ser boa, se não viesse carregada do desespero de saber que sua irmã corria sérios perigos. 
Ela topa, na mesma hora. Faria qualquer coisa para salvar a irmã e entrar no FBI não seria a parte difícil. O caso no qual Leslie trabalhava quando desapareceu, envolvia tráfico de pessoas. Um torneio de BDSM chamado Dragões e Masmorras DS. E para fazer parte da equipe, ela precisa estar inserida nas práticas de Dominação e Submissão e é ai que Lion Romano entra, com pique total.

Lion Romano estava em sua casa. Lindo e sexy como só o diabo poderia ser. 

Ele é o agente encarregado da missão. Cresceu com Leslie e Cleo e é a paixão de infância de nossa protagonista. Treinar com ele e resistir ao seus encantos, estando preocupada com a segurança de sua irmã, será um enorme desafio. 

Eles tem poucos dias e muitos desafios. Lion começa a iniciá-la nas artes de Dominação e Submissão e Cléo percebe que aquele universo fazia parte de seus interesses e desejos mais profundos.
- Cleo ... você confia em mim?
- Sim, senhor.
- Então vou repetir: você está pronta?
- Estou.
Lion sorriu. 

Cleo é uma personagem incrível. Corajosa, curiosa e bem preparada, ela só não esperava ficar tão balançada com a presença de Lion. Mesmo assim, consegue ser submissa quando deve, mas não perde sua opinião e vontade e isso é altamente estimulante, para nós leitores e para Lion que tem dificuldades em manter-se imune. 


Cleo era um terremoto. Eles eram um pequeno abalo sísmico.
(...)
Merda, ele continuava com a sensação de estar corrompendo um território puro. Ela parecia a porra de uma fada.
O cabelo ruivo bagunçado, o nariz insolente se sobressaindo entre algumas mechas ... e aquela boca rosada e grande.


Lion  Romano é o HOMEM, daqueles que a gente escreve com todas as letras maiúsculas mesmo. Quando soube que Cleo seria treinada como submissa para o torneio, logo se prontificou. Ele não podia imaginar nenhum outro senhor treinando-a. Ele é protetor e um dominador dedicado, que se desdobra entre ensinar o que ela precisa para conseguir ajudá-lo na investigação, sem que sejam pegos e punidos nos jogos e resistir a paixão que parece dominá-lo quando está com ela. Mas os desafios que ambos terão que encarar são perigosos demais, e nenhuma emoção pode estar entre eles, por isso, a distância talvez seja a saída mais segura. 



Lion impunha respeito. Era como um animal do sexo, mas não um monstro. Era selvagem e ao mesmo tempo elegante. Friamente apaixonado.
Seu contato queimava como gelo e fogo.
Os dois têm uma química bomba. Daquelas que nos faz ficar com borboletas na barriga durante toda a leitura. Ele é irresistível, e como o livro é narrado em terceira pessoa, com os dois protagonistas em evidência, podemos acompanhar o que ambos estão pensando. Os treinamentos dela em DS são ótimos e em alguns momentos divertidos, mas sempre excitantes e altamente eróticos.

Será que Cleo estará preparada para o Torneio e todos os perigos que ele representa? 

A Submissão é maravilhoso. Perfeito!

O enredo tem outros fatos interligados, que dão ainda mais emoção e os capítulos finais, nos trazem uma surpresa que causa uma enorme reviravolta. Espetacular! 

Um pouco de ação (e uma expectativa monstro de mais ação nos próximos livros), um tanto de paixão e cenas eróticas interessantes, com drama na medida certa. 

As personagens são ótimas e bem construídas, não consigo tirá-las da cabeça. 

Como já disse, a narração é em terceira pessoa, com os dois protagonistas em evidência. A capa é linda (a Universo dos Livros conseguiu fazer uma releitura da capa original que é feia, e fazer uma capa linda. Arrasou!). Até agora a editora lançou 3 livros por aqui, e as capas seguem o mesmo padrão. A diagramação é ótima e mesmo o livro tendo 413 páginas, li em uma madrugada. 

Será que eu recomendo? Claro que sim!

Leia, divirta-se, sofra um pouco e se apaixone perdidamente por Lion Romano, King! 


2 comentários

  1. Marissa!
    Já gostei de ver que a protagonista não tem papas na língua e fala tudo o que pensa.
    E ter um 'instrutor' como Lion certeza que não será nada fácil de enfrentar e não se apaixonar.
    A pergunta que não quer calar: ela consegue achar e libertar a irmã? Será contratado pelo FBI?
    Fiquei bem intrigada e gostaria de ler o livro e a série.
    “A única sabedoria que uma pessoa pode esperar adquirir é a sabedoria da humildade.” (T. S. Eliot)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Apesar de não curtir livros onde a história gira em torno do tema BDSM fiquei interessada pela trama de A Submissão, curiosa para saber o que aconteceu com a irmã da Cleo e, é claro, muitooo desejosa para conhecer Lion Romano kkk
    Então, valeu pela dica, amei saber que a narração é em terceira pessoa com os dois protagonistas em evidência.
    Abraços!

    ResponderExcluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por