( Resenha ) Um Gato de Rua Chamado Bob de James Bowen @Novo_Conceito

Novo Conceito

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha



“Há uma citação famosa que li em algum lugar. Ela diz que recebemos segundas chances a cada dia de nossas vidas. Elas estão ali para serem agarradas, só que não costumamos agarrá-las.”

Um gato de rua chamado Bob é a autobiografia de James Bowen, ex-morador de rua que, por alguns trocados, tocava sua velha guitarra nas ruas de Londres.


Como sempre gostou de música,  James um jovem revoltado até montou uma banda com os amigos, mas não conseguiu alcançar o sucesso que imaginava. Pelas dificuldades familiares e frustrações ao longo do caminho, James infelizmente encontrou nas drogas o falso apoio.

Agora ele está em processo de recuperação. Há algum tempo o jovem artista de rua está travando uma luta para vencer seu vício em heroína e recuperar sua dignidade. Recebe do governo o auxílio para se manter “limpo” e um apartamento simples para viver.

Até que um improvável visitante, um gato laranja, aparece no prédio onde mora.
“Eu não o havia visto antes perto dos apartamentos, mas, mesmo na escuridão, pude notar que havia algo de especial nele. Eu já podia afirmar que ele tinha certa personalidade.”
Como gostava muito de gatos James até pensou em ficar com ele, mas assumir a responsabilidade pela própria vida já estava sendo muito difícil.

O gato que aparentemente tinha ido embora, retorna e está doente. Mesmo sem querer, James acaba se envolvendo com os cuidados que o bichano necessita. Após levá-lo a um centro público veterinário James decide cuidar dele e depois procurar seu verdadeiro dono.
“ Era verdade. De maneira nenhuma eu me livraria do gato, pelo menos pela próxima quinzena, não até que ele completasse seu tratamento medicamentoso. Ninguém mais se preocuparia em se certificar de que ele tomaria seus comprimidos e eu não podia deixá-lo nas ruas, ou ele poderia pegar uma infecção.”
E foi nesse período de cuidados que o laranjinha recebeu o nome de Bob. O gato não tinha dono. Era um gato de rua que sem motivo entrou na vida de James e nunca mais saiu.

Quando James voltou ao trabalho nas ruas, passou a ter um fiel companheiro. Nos ombros de James, Bob fascinava muitos trabalhadores e turistas que passavam por eles. Enquanto James tocava Nirvana, Bob recebia carinhos e comovia os transeuntes que contribuíam com mais moedas e mais algumas notas de libras.
“Eu mesmo podia sentir isso. Havia algo de especial nesse gato. Ele tinha uma relação incomum com as pessoas; pelo menos, as que ele sabia estarem com as melhores intenções em relação a ele.”
Apesar de a vida estar melhor, maus dias também chegaram. Enquanto a afinidade dos dois era admirada por alguns, por outros era invejada e mal interpretada.
“É claro, nem tudo foi um mar de rosas, ao trabalhar nas ruas de Londres, certamente haverá momentos em que você se sentirá ameaçado...”

Mas os dois permaneceram juntos. Entre idas e vindas James tem sua vida transformada por completo ao acreditar novamente em si mesmo. 
“Nos dois anos desde que eu o havia encontrado sentado naquele corredor mal iluminado, ele havia transformado meu mundo. Naquela época, era um viciado em heroína em recuperação vivendo uma existência miserável. Estava caminhando para os 30 anos de idade e ainda não tinha um sentido real ou um propósito na vida além da mera sobrevivência. Havia perdido o contato com minha família e mal tinha amigos no mundo. Para falar claramente, minha vida estava uma bagunça total. Tudo isso tinha mudado.”
Nas páginas do livro acompanhamos a trajetória de James Bowen. Provavelmente nos reconheceremos em situações descritas no livro. Em muitos momentos vivemos algo parecido, sentimos a mesma alegria ou dor e nos tornamos importantes para alguém. Mais do que comovente, é uma história de transformação, de amizade e de companheirismo entre dois seres.

Um jovem rapaz que se sentia invisível nas ruas passou a ter sua vida novamente graças à amizade do simpático Bob. Um gato de rua chamado Bob é uma história tão interessante que ganhou uma versão para o cinema.

Não deixem de ler. O livro é excelente!


Confira o trailer do filme

7 comentários

  1. Oi Denise,
    A primeira vez que ouvi falar deste livro pensei que o gato fosse uma metáfora em uma história fictícia, mas tive uma grande surpresa ao descobrir que o animal existe e que a história é real. A história de vida de James chama bastante atenção,é algo tão frequente na vida de tantas pessoas e ele não esconde os problemas. Foi muito corajoso da parte dele contar suas experiências (boas e ruins) em um livro, que vai servir de inspiração para muitos. O que achei engraçado de ver é que ele não queria se envolver com o animal, quando, na verdade já estava. Eu não tinha curiosidade em ler este livro, mas com toda a publicidade para o filme fiquei um pouco tentada em conhecer esta história.

    ResponderExcluir
  2. OI,
    É uma linda historia, a prova de que o amor dos animas mudam sim as nossas vida, fiquei bastante interessada em ler o livro e já o adicionei na minha lista.
    Beijos!!!!
    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. gato Bob!!!
    muito amor por essa história real de amizade e confiança, de carinho e respeito entre o James e Bob! achei uma graça ir acompanhando a trajetória de ambos! esse laranjinha mora no meu coração
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ganhei o livro em um sorteio e não vejo a hora de chegar *_* amei a resenha
    Não muito fã de historias com animais, mas estou intrigada para ver toda a superação do James. Gostei bastante do trailer

    ResponderExcluir
  5. Nunca imaginei que esse livro pudesse ser tão reflexivo e carismático, por retratar a história de um morador de rua, que acaba por conseguindo de vagar conquistar o seu tão sonhado lugar na sociedade, e ser visto através da amizade e o vínculo criado por um gato. Enfim esse livro traz uma história e tanta, e quero muito saber qual será o desenrolar dessa trama tão bem escrita e tocante.

    ResponderExcluir
  6. Denise!
    Tive oportunidade de ler esse e os outros livros do autor e fiquei simplesmente encantada ao ver que um bichinho de estimação como Bob foi o precursor de toda mudança na vida do autor e o quanto o amor por nossos pets podem revolucionar nossas vidas.
    Vale e muito a pena ler o livro.
    “Ouse saber!(Sapere aude)” (Immanuel Kant)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Gostei bastante da historia, livro que envolva a vida animal tem sempre suas fofura. E tão lindo o poder que animal tem sobre a gente, assim o Bob tem sobre James. Poder que transformou a vida dele, de ver mundo de outra maneira e ter força para continuar. Afinal, o protagonista parece que tá quase em depressão. Enfim, assistir também o trailer, e fiquei animada em ler o livro e depois ver o filme.

    ResponderExcluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por