( Resenha ) Ecos do Espaço - Livro 1 da Trilogia homônima de Megan Crewe @EditoraJangada

Editora Jangada
Leia a sinopse AQUI.

Resenha



"Meus mecanismos para enfrentar o estresse são tão arraigados que mesmo que parte de mim responda com ah, Deus, de novo não, minha mão está automaticamente se enfiando no bolso da calça jeans, buscando as contas de vidro da minha pulseira de fibras de cânhamo. Meus dedos giram cada esfera em torno das cordas tecidas três vezes, simultaneamente com o meu mantra silencioso: três vezes três é nove. Três vezes nove é vinte e sete. Três vezes vinte e sete é oitenta e um. Três vezes oitenta e um...”
Skylar tem 17 anos de idade e acredita que há uma confiabilidade perfeita na matemática, porque não importa quantas vezes você realize a mesma operação, a resposta é sempre a mesma. Isto costuma ajuda-la a se estabilizar durante as crises de pânico que a atormentam. Não importa o quanto Skylar pratique o autodomínio, sabe que o perigo de um colapso total está apenas a um deslize de distância. 

Skylar é sempre muito focada, mas só se tornou segura e controlada no ensino médio. Angela, sua melhor amiga, nunca questiona suas reações estranhas e surtos, pois com o tempo Skylar simplesmente aprendeu a fingir melhor. 

A sensação de que algo está errado estremece o corpo de Skylar deixando-a instável. A sensação recua um pouco, mas não vai embora. Ela nunca sentiu nada assim antes, tão vívido e intenso. Aquela sensação persiste, mas Skylar não está totalmente descontrolada, pode dar um jeito na situação. 

“Gostaria que essa não fosse a minha verdade. Daria qualquer coisa para viver em seu mundo, o mundo em que todos os outros vivem, onde tudo permanece sólido e definido e certo como deveria.”
Um cara estranho chamado, Win, começa a rondar o colégio e afirma que pode ser que saiba porque aquelas esquisitices acontecem com Skylar. Ele é na verdade um alienígena do planeta Kemya, que ao observar Skylar percebe o quanto as mudanças feitas na Terra afetam -na.

Win acredita que pode ajudá-la se Skylar se abrir com ele, descobrindo o que pode ser feito a respeito. Um raio de esperança atinge Skylar, porque talvez ela finalmente possa ser consertada e as coisas possam se encaixar. No entanto, Skylar mantém a cautela, fazendo com que não seja tão fácil para ele se aproximar. 

“O rosto dele está inclinado em direção ao céu, os olhos fechados, como se estivesse bebendo da luz do sol que banha sua pele marrom-dourada. Errado. Estremeço e agarro minha pulseira.
Porque ele está ali? Ontem foi a primeira vez que eu o vi na vida. Ele aparenta ser jovem o suficiente para ser um veterano como eu, porém, não frequenta este colégio. E não parece que ele esteja planejando se juntar a nós, pela maneira como se manteve afastado, longe da agitação em torno da entrada.”

Junto com Win, Skylar viaja no tempo através de um aparelho chamado 3T, para encontrar todas as partes pertencentes a uma arma capaz de destruir um gerador, cuja função é alterar o espaço-tempo na Terra. Os dois embarcam em uma grande e arriscada aventura, determinados a salvar a Terra do fim iminente. 

Um livro fantástico e eletrizante de ficção cientifica, que me fisgou imediatamente, com um final surpreendente me deixou ansiosa para ler a continuação. Narrado em primeira pessoa pela perspectiva da protagonista Skylar.

A escrita da autora é inteligente e cadenciada. Os personagens são interessantes e misteriosos. 

A capa é linda, representa muito bem o conteúdo e toda a atmosfera da trama. A diagramação é simples, mas significativa e a revisão ótima. 

Dou cinco estrelas e recomendo para quem é fã do gênero!!!


4 comentários

  1. Ingrid!
    Como adoro a ficção genuína que está demonstrada na trama do livro, fiquei bem curiosa para poder ler e entender tudo o que acontece com Skylar e a busca pelas partes perdidas da arma e qual o papel de Win nessa trama toda.
    “Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria que é um bem e a ignorância que é um mal.” (Platão)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Oi Ingrid,
    Skylar é um personagem fechada, que não confia fácil e se mantem bastante reservada, o que não tão diferente da maioria dos jovens, se formos parar para pensar, mas da para ver que tem algo a mais nesta história. O livro é uma ficção científica que trabalha com viagem no tempo e é esta parte que me deixa com um pé atrás, pois está temática se não for bem construída pode ser um pouco decepcionante para o leitor, mas, ainda assim, me vi bem interessada nesta obra. Achei a capa muito bonita e acho que tem tudo a ver com a proposta da autora.

    ResponderExcluir
  3. Não vou negar que não tenho costume de ler livros do gênero, mas pela sua resenha e notório que a história e eletrizante e fantástica, e por isso já que fiquei ansiosa para adquirir essa trilogia. A história me pareceu ser imprevisível, e cheia de surpresas, quero muito conhecer melhor os personagens. Enfim essa deve ter sido uma leitura e tanto.

    ResponderExcluir
  4. A-do-re-i essa coisa do Win ser alienígena, porque amo essa mistura de vida normal e BOOM aparece algo diferente que muda a vida de uma garota, neste caso da Skylar. Outra coisa que me encanta é fato de ser ficção cientifica, pois amo livro e filme desse gênero. E essa capa é linda mesmo, você tem toda razão

    ResponderExcluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por