( Resenha ) Thomas e sua Inesperada Vida Após a Morte de Emma Trevayne @editoraseguinte

Editora Seguinte

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha



A história se passa num cenário Londrino na parte social mais pobre, onde para sobreviver é preciso romper o silêncio e o frio da noite, para violar os túmulos e roubá-los. Este é o trabalho que Thomas, pobre garoto, de origem simples, de atitudes maduras até demais para os seus quase doze anos, realiza a contragosto para ajudar o seu pai Silas a tirar o sustento para casa.

O pai cobra sempre de Thomas determinação no trabalho, mostrando-se uma pessoa bronca, sempre interessada no dinheiro, mas de bom coração. Já a mãe Lucy pessoa angustiada, oscilante entre o carinho e a dureza, não deixa que o filho vá a escola e insiste que ele estude em casa, em livros velhos caindo aos pedaços.

A vida de Thomas passa por uma reviravolta a partir de uma noite de primavera, véspera de seu aniversário de 12 anos. Ao cavar uma cova fresquinha, ele dá de cara com o próprio corpo, estendido na terra coberto por um pano.

“Ele limpou a sujeira do rosto daquele corpo, e seu sangue ficou mais frio do que a pele do cadáver. Então, como se fizesse diferença, o garoto tirou atrapalhado a terra do resto do corpo em punhados grandes. Não fazia diferença, mas uma dúzia de sentimentos sufocou Thomas como um osso de frango preso na garganta, porque olhar para o corpo era como...como olhar fixamente para superfície de uma lagoa em um dia claro”
Impressionado com o que vira e determinado a conhecer sua verdadeira história, Thomas vai conhecer o mundo fantástico habitado pelas fadas e espiritualistas, onde a morte é a grande protagonista.

Para ajudá-lo em sua jornada Thomas contará com Charley, o seu melhor amigo e com Cravo-de-Defunto e Rosa-da-Índia, duas fadas que o ajudarão a descobrir quem ele realmente é.

“A verdadeira história... Cravo-de-Defunto esperava lhe contar em breve. Uma parte dela estava sendo narrada naquele momento por Silas e Lucy, a noite em que o encontraram no cemitério.”

Os personagens secundários foram bem estruturados e importantes para delinear a história que é recheada de intrigas e mistérios, onde tudo vai sendo contado pouco a pouco. A narrativa é ágil com diálogos bem construídos o que torna bastante envolvente. 

A capa é muito bonita e nos remete logo para uma das cenas principais da história, quando Thomas encontra seu corpo no cemitério, com cores e diagramação perfeitas.

O livro é recomendável e acredito que cairá não só no gosto juvenil, mas também dos leitores adultos.

Capa original


Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por