( Resenha ) Entre a Ruína e a Paixão - Livro 3 da Série O Clube dos Canalhas de Sarah MacLean @gutenberg_ed

Gutenberg Editora
Grupo Autêntica

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha


Temple se lembra da noite que o arruinou, doze anos atrás. Uma cama cheia de sangue, a cabeça pesada e doendo e uma acusação de assassinato. Antes ele era um nobre libertino e agora é um dos donos do Cassino Anjo Caído, um dos antros de jogos e perdições mais disputados e bem frequentados do país. Mas Temple passou por muitos obstáculos e sofreu demais para chegar aonde está.

(...) Mas ele compreendia o que era perder tudo. A vida inteira de uma pessoa mudando em um instante por causa de uma escolha que não deveria ter sido feita.

Quem acompanha a série sabe que Temple, é um templo de força e o boxeador do grupo. (Eu quero pra mim <3 )

Como um bom lutador, foi forte e obstinado e conseguiu dinheiro, poder, sucesso e prestígio como o Duque Assassino, um homem que ninguém vencia em um ringue. 

Mas não esquecia o passado e as lembranças obscuras do que havia acontecido na noite de sua ruína, o atormentavam, até que o inesperado aconteceu. 

"Você está bravo."
Temple meneou a cabeça.
"Bravo nem começa a descrever tudo o que estou sentindo."
Ela aquiesceu, atravessando a sala de costas mais uma vez.
"Tem razão. Furioso."
"Quase isso", ele avançou.
"Exaltado."
"Isso também."
Mara, a linda moça com olhos diferentes que todos acreditavam estar morta, reaparece querendo um acordo para reaver o dinheiro perdido por seu irmão no Anjo Caído. 

Ela enganou à todos ao sujar a cama de sangue e fugir, deixando Temple para enfrentar as acusações sozinho. Mara esconde alguns segredos, entre eles o que realmente aconteceu naquela noite e também seus motivos para fazer o que fez. Isso faz com que Temple planeje sua vingança, usando Mara para revelar à todos que ele não é o Duque Assassino, e assim limpar seu nome e reaver tudo o que perdeu. 

Porém nenhum dos dois poderia prever que a atração entre eles seria tão intensa e irresistível. O tempo que passarão juntos se mostrará um desafio maior do que ambos pensavam.

Temple é um homem enorme. Forte, resistente, habilidoso, sofreu muito com as acusações e a exclusão social, mas se reconstruiu como Temple, o lutador temido, porém nunca esqueceu o que aconteceu, chegando até a duvidar de si mesmo. Ele tem amigos fiéis e mostra que também é dono de um bom coração em várias partes do livro.

(...) Tão criminosa quanto o arrepio de prazer que Mara sentiu ao roçar nele enquanto entrava na sala de costura da loja, incapaz de evitar o contato com ele, que era grande como um touro. Não que ela tivesse reparado.

Mara é uma mulher honrada, apesar do que a história nos faz pensar a princípio. Forte e obstinada, procura Temple para ajudar pessoas queridas que dependem dela, e por eles se coloca em situações delicadas que podem depor contra suas verdadeiras intenções e colocá-la em maus lençóis com Temple, por quem se vê cada dia mais balançada.

"Ah, Mara ...", ele disse, soltando-a com um movimento lento, e com fúria e algo muito próximo de decepção chispando em seus olhos. (...) "Nada do que você disser vai me fazer perdoar."
É impossível não se envolver e torcer para que tudo dê certo. Sarah MacLean foi mais uma vez maravilhosa ao narrar a história. Esta é uma história de vingança e amor com personagens cativantes, em um enredo que têm um pouco de tudo: diálogos interessantes, humor, amor, vingança, segredos guardados e revelados, violência, redenção, perdão e reviravoltas.

Entre a Ruína e a Vingança é um romance histórico delicioso, com a dose certa de romance e sensualidade. 

(...) Ele não se interessava pela Srt,ª Mara Lowe. Interessado parecia uma descrição muito fraca para o modo como ele se sentia a respeito dela. Atraído. Tentado. Ele estava consumido por ela.

Amei e recomendo!

Saiba mais sobre a série






2 comentários

  1. Quando li o primeiro livro desta série “Entre o amor e a vingança” não imaginei que a Sarah MacLean conseguiria fazer um romance mais bonito, mas o terceiro livro também me impressionou “Entre a ruína e a paixão” – ADOREI! Achei belíssimo.
    Outro fato interessante é que nos livros anteriores, sempre que o Temple era mencionado, eu imaginava que se tratava apenas de um monte de músculos, um homem frio e calculista.
    E nesta história temos um homem na medida certa, brusco nos momentos adequados e carinhoso e extremamente sensual em outros momentos.
    As discussões, brigas e desconfianças entre o Temple e a Mara chegam a ser engraçadas em determinadas partes.
    Já comecei a ler o quarto e último livro “Nunca julgue uma dama pela aparência”, que narra a história do Chase. Espero que a Sarah MacLean consiga superar as histórias do Temple e do Marquês de Bourne.
    Bjs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helmar, eu amei todos os livros, mas ainda não li Nunca Julgue uma dama pela aparência :( porém tenho certeza de que será ótimo <3 A autora me surpreendeu.
      Série maravilhosa <3

      Excluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por