( Resenha ) Devoção - Livro 3 da Trilogia Surrender de Maya Banks @EditoraLeya

Editora Leya
Quinta Essência

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse, AQUI.

Resenha



Chessy é uma mulher muito apaixonada por seu marido Tate. Quando decidiram se casar, ela se entregou por inteiro: seu coração, seu corpo e sua submissão. 

Tudo caminhava as mil maravilhas, com ambos felizes e apaixonados, até que Tate foi abandonado pelo sócio e passou a assumir todos os contratos e clientes de sua empresa sozinho. A partir de então, foi deixando sua esposa Chessy de lado, cada dia menos presente, cada dia menos atencioso. 

Apesar da tristeza e insegurança que sentia, Chessy se esforçou para pensar em tudo como somente uma fase, mas após dois anos de sofrimento, sentiu que era o momento de conversar com ele sobre isso. Estava triste demais, sozinha demais. Infeliz. Sabia que ele a amava, mas nunca tinha tempo para ela.

Joss e Kylie (Protagonistas dois livros anteriores da trilogia) eram suas melhores amigas e confidentes, mas ela evitava reclamar com elas. Porém não sabia esconder o que sentia, e sempre deixava as duas preocupadas e aflitas.

Então para o dia do seu aniversário de casamento, Chessy tinha planejado tudo. Ela e Tate conversariam e teriam uma noite apaixonada, finalmente resolveriam seus problemas. Porém, Tate a esqueceu no restaurante, atrasando-se demais, já que estava resolvendo outro problema do trabalho, e isso foi a gota d´água. 

Ela virou-se com lágrimas escorrendo pelo rosto. Tate sempre odiou vê-la chorar. ( ... ) Ele havia ultrapassado o limite e não tinha como consertar o que fizera. Ela estava farta.
- Fique longe de mim - disse ela com a voz embragada.

Quando quase perdeu sua esposa, Tate percebeu o grande erro que estava cometendo e resolveu consertar suas burradas, dedicando-se a ela. 

- Você sempre vai estar em primeiro lugar - prometeu ele.- Você nunca mais vai duvidar do seu lugar no meu coração e na minha alma.

Ele se desdobrou e realmente se mostrou um homem apaixonado e dedicado, mas seria possível remendar os buracos que se instalaram na confiança de Chessy?

(...) Como não se dedicar ao máximo aquela linda mulher? Como não colocá-la no topo das prioridades de sua vida? Ela merecia tudo. Afinal, ele tinha prometido, cinco anos atrás, quando Chessy lhe dera seu coração - e sua submissão -, fazer tudo o que pudesse para merecer aqueles maravilhosos presentes.

Ela queria seu homem de volta. Seu dominador. Aquele que tinha tempo para ela e que cuidava de cada detalhe da relação dos dois. Mas ele seria capaz de retornar e assumir seu papel de antes, ou o casamento estaria perdido? 

(...) Apenas mais um erro entre dezenas de outras vezes que falhara ao longo dos cinco anos de casamento. Aparentemente, ele não conseguia fazer nada certo em relação a ela, o que não fazia sentido considerando-se o quanto a amava.

Chessy mostrou uma grande capacidade de perdão e muito amor. Além de ter esperado muito tempo para ver se o marido resolvia seus problemas de trabalho, ela ainda foi capaz de perdoá-lo e aceitá-lo de volta, mas também lutou pelo seu ponto de vista e obrigou Tate a ver tudo o que estava fazendo com o relacionamento deles.

Tate vacilou demais, e realmente me irritou. Não sei se perdoaria tudo o que ele a fez passar, mas o amor... ah o amor...  

Ele realmente ama muito sua esposa, mas parece que ficou um pouco perdido e estabeleceu outras prioridades para sua vida. Como se tivesse certeza de que nunca a perderia, mas teve seus alicerces balançados ao perceber que seria difícil conquistar uma nova chance para salvar seu casamento.

O livro é bonito, com uma parcela interessante de drama, romance e cenas quentes. 

Tate colocou-a gentilmente na cama, permanecendo sobre ela com uma expressão selvagem no rosto. Seus olhos a observavam  como um predador, percorrendo e despindo seu corpo (...)


Confira as resenhas dos livros 1 e 2


          


Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por