( Resenha ) O Destruidor de Corações - Livro 1 da Série MMA Fighter de Vi Keeland @EditoraCharme

Editora Charme
Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse, AQUI.

Resenha



O homem é sexy. Não bonito ou charmoso, essas palavras são muito  comuns para descrever o que ele é. Sexy. Sensual. Bruto. Todo másculo.




Nico Hunter é um lutador de MMA. Campeão, lindo, quase um gigante tatuado, musculoso e extremamente sedutor. Quando Nico, mais conhecido como Destruidor de Corações (por que será?) se depara com um problema em um dos seus contratos de patrocínio, vai à procura de ajuda jurídica e acaba se encontrando uma linda e irresistível advogada, Elle. 

Elle é um advogada decidida, inteligente e controlada. Vive para o trabalho e tem uma rotina pré-estabelecida que funciona muito bem. William, seu ex colega de faculdade, também é advogado. Ele é bonito, inteligente, muito educado e um excelente partido. Os dois mantém uma amizade com benefícios ;) que até agora tem funcionado muito bem para Elle. Mas isso não vai durar muito tempo.

- Elle, esse é Nicholas Hunter - William acena para o homem sentado ao seu lado.
Eu finalmente olho para o homem que estava sentado ao lado de William e fico assustada com o que encontro. O homem tira o ar dos meus pulmões. 

A advogada carrega um trauma e quer esquecer o que viveu em seu passado. Ela guarda lembranças perturbadoras, e por conta delas, acaba preferindo manter-se afastada de relacionamentos sérios. Porém Elle não esperava se sentir tão balançada por um homem como Nico Hunter.

- Por que você quer jantar comigo?
Nico me observa demoradamente, avaliando e olhando o meu corpo, de cima a baixo, não fazendo qualquer tentativa de esconder seu ataque descarado. Ele me dá um sorriso de menino que tem uma ponta de conotação sexual, antes de ele falar: - Além do óbvio de que você é linda?

Nico também tem sua própria carga emocional. Após viver uma tragédia em uma de suas lutas, ele sente dificuldades em voltar.

Eu sei que sou um teimoso de merda e não tenho me mexido para voltar para a gaiola nos últimos treze meses. Mas Preache me conhece. Eu ainda treino seis horas por dia, seis dias por semana.

Porém se envolver com Elle lhe deu novo ânimo. Ele passou a se sentir mais confiante e capaz de vencer o trauma.

Os dois juntos são como uma bomba relógio. A atração foi imediata e irresistível. Porém a autora conseguiu construir o enredo com uma boa tensão sexual no início, com Hunter resistindo, mesmo cheio de tesão, para dar a Elle o tempo adequado para que ambos se conhecessem melhor (fofo).

Então ela me beijou. Eu sei que poderia ganhar ainda mais, depois daquele beijo. Mas eu não quero uma noite com Elle. Eu quero mais. Eu não faço ideia do porquê, mas eu quero. Caralho, muito, muito mais.

Assim, a relação dos dois começou com mais do que apenas a atração existente. Ok, não se enganem com a minha fala... o livro é um romance erótico. Bom ;) muito bom, mas não é só isso.

Nico Hunter é um cara muito legal, do tipo maravilhoso. Ama sua família, tem bom caráter, é lindo, gostoso, cheio de tatoos (vamos combinar.... UAUUUU) e tem uma pegada irresistível.
Eu também adorei a Elle, que  não é nenhuma protagonista cheia de mi mi mi. Ela é interessante e madura, apesar dos traumas vivídos.

As perguntas que nos fazemos, ao longo da leitura de O Destruidor de Corações, são...
Será que os dois juntos poderão se ajudar? Se curar? Ou as sombras deles são grandes demais para continuarem juntos?

Vi Keeland explorou de maneira sensível e habilidosa as emoções, traumas e dores dos personagens, deixando o enredo ainda mais emocionante e encantador. 

Ninguém nunca olhou para mim do jeito que ele me olha. Sinto uma batalha silenciosa no meu íntimo e sei que alguma coisa mudou em mim, para sempre. Eu nunca vou ser capaz de voltar ao confortável e agradável depois de sentir o que quer que esteja queimando entre nós. Isso me assusta pra cacete e, atrai ao mesmo tempo.

Amei o livro e recomendo!

9 comentários

  1. Uau!!!!!
    Essa advogada é uma tremenda sortuda,rs.
    Tô louquinha para ler esse livro há muito tempo...
    Mas estou esperando o preço diminuir um pouco.
    Com certeza adoro o gênero!
    E é todo tatuado?! Meu Deus!

    ResponderExcluir
  2. Adoro um bom drama e misturado com um romance hot então, tudo de bom. Gostei do Nico Hunter e da Elle parece que o romance entre eles vai pegar fogo, e o que sentem um pelo outro vai além de uma atração. E gostei principalmente porque a protagonista não é cheia de mi mi mi.

    ResponderExcluir
  3. Uiiiiiiiiiiiii ganhei O Destruidor de amigo oculto!!
    E ameeeeeeeeeeei, já tinha lido emprestado e comprei na pré venda, mas fiquei tão chateada que demorou séculos pra liberar o livro (a Saraiva tem dessas) que cancelei a compra!!!
    Pus na minha listinha de AS e me arependi de ter cancelado, porque depois que li de uma amiga me apaixonei pela brutalidade, virilidade e determinação do Nico. Elle não é a mocinha comum fraca e resignada, ela é atuante na estória e deu muito trabalho ao Nico. ameeeeeeeeeeei

    ResponderExcluir
  4. Hey!
    Contos eróticos não é o meu forte e já não gostei dessa Elle. Tudo bem que um homem bonito pode encher nossos olhos, mas se sentir balançada por um homem que mal conhece a ponto de querer ter um relacionamento sério com ele? :s Enfim. Ah... Agora to na parte da resenha em que fala que Hunter deu um tempo pra Elle [vou comentando a resenha aos pedaços no bloco de notas, rs]. Foi bom Elle ter aparecido na vida dele e vice-versa. A história não me prenderia muito não. Mas o enredo é bacana. Adorei os quotes do livro que você incluiu no post. :]

    Abs

    ResponderExcluir
  5. É indiscutível que ambos viveram um trauma, no entanto, para uma história que quer teu seu clímax baseado nisso, as ações dos personagens não são condizentes com alguém traumatizado.
    Em raros momentos, quando a autora se foca nisso, é que os personagens parecem se lembrar de ter sofrido algo. A Elle foi sempre "certinha", daí, só porquê o lutador aparece na sua sala ela já pensa em trair o namorado e ficar com um desconhecido ? Não fez muito sentido, foi forçado.
    O destruidor de corações não deixou a fórmula do New Adult, isso é decepcionante. Poderiam ter conseguido mais, só é preciso se arriscarem.

    ResponderExcluir
  6. Esse livro me lembrou muito da trilogia Real, publicada pela Novo Século. Eu confesso que ando um pouco de mal com o gênero, personagens muito próximos e situações também. Mas sua resenha me deixou com vontade. Assim você me fali, Marissa. hahaha

    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  7. Homens tatuados e muito musculosos não me atraem muito! Podem me chamar de louca se quiserem haha mas para quem gosta vai ficar com muita inveja dessa advogada hein? Haha'

    ResponderExcluir
  8. aiii que LIVRO FODA.. amo d+ gente.. a Editora Charme é simplesmente perfeitaaaaa!!! não tem um livro deles que eu não ame e não quereira.. e esse é simplesmente o meu amor MAIOR !!!

    ResponderExcluir
  9. Me abana com essas fotos. KKKKKKKKKK Uma amiga me recomendou esse livro, disse que é tudo de bom. Fiquei meio assim, sem saber direito, mas depois de ler essa resenha... socorro. Alguém me dá esse livro!
    Beijos.

    ResponderExcluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por